;

sábado, 7 de março de 2009

Lula age como liderança da América Latina frente a Obama

O presidente Lula deve viajar em direção aos EUA dia 13, sexta feira, para encontro com Barack Obama, dia 14, em Washington. Lula é o terceiro líder a passar pelas portas da Casa Branca e ser recebido pelo norte-americano. Antes do presidente brasileiro visitaram o novo presidente dos EUA, Taro Aso, primeiro-ministro japonês e Gordon Brown, primeiro-ministro inglês.
Para o encontro Lula levará um conjunto de demandas da América Latina para ser discutida com Obama, além de assuntos da relação bilateral entre os dois países. Entre os assuntos da América Latina três são certeza de estarem em pauta no encontro: Venezuela, Bolívia e Cuba.
Lula obteve aval para abordar com Obama “ruídos” entre a Venezuela e os Estados Unidos. Hugo Chávez mantinha a expectativa de que com Obama, as relações entre Washington e Caracas melhorassem, porém, desde a posse, em janeiro, nada mudou, apesar de que não é de se estranhar com a atual “politicagem” de Hugo Chávez.
Em relação a Bolívia, Lula provavelmente discutirá sobre a decisão de George W. Bush ao suspender as importações bolivianas. Esta medida foi tomada, após Evo Morales expulsar o embaixador dos Estados Unidos da Bolívia.
Outro assunto em pauta é Cuba. De acordo com ideologia do Chanceler Celso Amorim e Lula a atitude da nova administração dos EUA em relação a Cuba terá uma importância muito grande para o relacionamento entre América Latina, Caribe e EUA.
No encontro Obama e Lula devem preparar uma “posição latino-americana” para a reunião do G20, em abril, sobre temas econômicos e lula já pediu aos presidentes da região que lhe enviassem relatos da crise em cada país.
Nossa!!!! Presidente devia ter dois salários: um de presidente e outro de Chef porque quanto pepino para descascar. Fica apenas a dúvida de se esta atitude do presidente brasileiro em relação a Venezuela e Bolívia vale realmente a pena.

3 comentários:

Daniel Savio disse...

Eu sinceramente acho que não, pois a gente já "tomou" ao lidar com a Bolicia (senão me engano) com a retomada a preço de banana da ex-estatal do petroleo de lá...

Fique com Deus, pessoal.
Um abraço.

WORF NETO disse...

Vai ser só mais um blá blá blá que não dará em nada! Lula acha que Obama é inferior a ele quando disse que lhe dará conselhos, pois o mesmo chegou agora e é inexperiente! Lula pensa que os Estados Unidos são cmo o Brasil, que um politico faz o que bem entende e ainda recebe aplausos. Lá a cobrança existe e é implacável!
Um forte abraço!

New disse...

Oiêee!
Noooossa! O blog tá demais. Parabéns!
Levei eu banner.
Beijos doces.
Boa semana.