;

sábado, 9 de maio de 2009

Que que tem, que que tem!

Durante anos a população brasileira lutou por seus direitos e pelo bom uso de seu dinheiro “aplicado no governo” como forma de imposto. Era possível ver estudantes, trabalhadores saindo à rua para reivindicar pela real justiça.
No período de impeachment de Collor (1992), em virtude, “de certa corrupção” muitos eram os que protestavam pela queda do presidente. No entanto, governo vai, governo vem; corrupção sai, corrupção entra, muita coisa mudou.
Em 2005 estourou uma bomba dentro do governo, o tal mensalão que abalou todo país, o povo mostrava-se inconformado, não o suficiente para saírem às ruas em protesto, afinal, este costume perdeu espaço nas reivindicações. Em cada momento que se abria os jornais estava lá escancarado mais uma impunidade para compor o mensalão.
Hoje quatro anos passado o mensalão a população já perdeu as esperanças de ver um país diferente. Ao abrir o jornal as pessoas deixaram de se indignar com novos indícios de corrupção que são muito maiores que antes.
É desvio de cota de viagens aéreas, uso particular com dinheiro público, compra de castelos luxuosos, golpes de imposto de renda, desvio de verbas, venda de benefício de servidor público à terceiro, pessoas que moram em Brasília recebendo auxilio moradia. É muita coisa e muito mais dinheiro do que correu no mensalão e o povo olha os dados e aceita o fato de que a corrupção faz parte do nosso dia a dia.
E esta notícia quentinha é para apreciar, dar um sorriso, uma balançada na cabeça negativamente e seguir em frente: o Supremo Tribunal Federal, órgão máximo para julgamento, inocentou Marcos Valério, Delúbio Soares e José Genuíno este mês; e não para por aí não, de quebra,
o Deputado Sérgio Moraes (na foto) “PROMETEU” inocentar o corrupto Edmar Moreira (proprietário do castelo, comprado com dinheiro público, avaliado em 25 milhões) em processo na câmera. O honestíssimo Dep. Moraes afirmou que a mídia (jornais, telejornais, rádios, blogs) “é mentirosa e tenta fazer valer a sua opinião, todos sabemos, é induzida”e ainda teve a habilidade de dizer “estou me lixando para o que escrevem os jornais”.
Mas para encerrar saboreamos pequeno pedaço da música de Daniel – Que qui tem, que qui tem:
“Chega de blá blá blá. Chega de nhém nhém nhém. É cada um na sua, ninguém tem nada vercom a vida de ninguém”

7 comentários:

Daniel Savio disse...

Cara, infelizmente, não adiantava ter apenas esperanças e cruzar os braços na hora da eleição, pois acabamos piorando essa corja que "vive da politica".

Fiquem com Deus, menino.
Um abraço.

Anônimo disse...

Olá.

Deixe me apresntar:

Sou esqerdista, petista e Lulista.

Qual a linha política deste blogue?

Inté,
Murilo

DANIEL PEARL disse...

Agradeço a vocês peça visita ao blog jornalísitco DESABAFO BRASIL. Nossa gratidão e afeto. A blogosfera é um canal de amizade e intercâmbio, e precisamos nos unir para democratização do pedaço. Um abraço, Daniel Pearl - editor.

Anselmo Raposo disse...

Caros Amigos
Agradeço a sua visita em nosso blog e faço questão de acompanha-lo. Um grande abraço
Anselmo

Resiliente disse...

Você já esteve no meu blog, admirou muito o seu trabalho, gostaria de uma troca de links?

Abraços, Rs

Maldita Futebol Clube disse...

Cara, realmente a fase do inconformismo já passou! a rebeldia de outrora cedeu lugar ao "deixa isso pra lá!". Infelizmente...abs,Leandro Carvalho

ハロルド Lisboa disse...

Linha Politica??? e eu q achava q isso fazia parte dos anos 70.
Mas ai esta uma boa pergunta para ser feita a Madrasta CBF.
qual a linha "politica" que eles usam nas convocacoes?? o problema tem inicio ali ..enquanto nao houver uma adm. profissional no futebol Bras. a tendencia e' essa a de estarmos sempre engolindo os sapos.