;

sexta-feira, 12 de junho de 2009

CLT nossa de cada dia

O novo Superintendente de Relações do Trabalho em São Paulo, José Roberto de Melo, tomou posse este mês e foi indicado pelo Deputado Federal, Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), presidente da Força Sindical, ao ministro do trabalho Carlos Lupi.
José Roberto de Melo, ex-diretor de Recursos Humanos de várias multinacionais durante 40 anos, diz que é preciso reformar a legislação trabalhista. Segundo Melo, que já defendeu a tese de que a CLT (Consolidação
das Leis do Trabalho) deveria ser jogada no lixo, hoje aposta em sua modernização.
Note-se que mais uma vez o governo almeja espetar a já tão furada CLT. É uma leizinha aqui, uma emendinha ali e quando ver tudo que nossos antecessores e muitos de nós mesmo lutamos para conseguir estará perdido.
Os sindicatos que deveriam ser os responsáveis pela luta em favor dos trabalhadores hoje é dominada por “homens” do governo e como exemplo a pouco citamos o Deputado Federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) que também é presidente da Força Sindical e entre muitos outros infiltrados entre os muitos sindicatos.
Do que adiantaria sindicatos terem representatividade dentro das empresas se aqueles atuam em favor destes.
Os trabalhadores devem ser a favor de uma reforma trabalhista, mas de uma forma justa. Uma nova CLT com participação igualitária entre agentes do governo e trabalhadores capacitados a representar o povo, uma vez que os escolhidos para tal função não conseguem um bom “desempenho”, desta forma sim o trabalhador não seria tão lesado como de vez em quando é.

Uma nova CLT sem a participação do verdadeiro povo faria a população implorar por emprego, quando desempregado, e suportar a própria crucificação de mãos atadas e pés descalços dentro das empresas.

3 comentários:

Laguardia disse...

Amigos.
Não sou jornalista nem escrevo bem.
Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

Luciano Mende disse...

Estou retribuindo a visita. Parabens. pois acho muito mais difícil abordar temas que requer atualizações periódicas, comos os abordados aqui, do que temas permanentes comos os históricos. mais uma vez parabens pelo excelente conteúdo e obrigado pela visita.....

http://www-copas.blogspot.com

Daniel Savio disse...

Aff, cade que noticiam algo assim?!

Nunca, pois sabem que o povo ficaria contra isto (essa flexiblização dos nossos poucos direitos)...

Fique com Deus, menino.
Um abraço.